Deputado Estadual Durval Ângelo

Política

A- | A+



The Economist, ultraliberal, defende Bolsa Família e imposto sobre grandes fortunas. PSDB, “social-democrata”, é contra


Conversa Afiada – 03/02/2015

The Economist é aquela revista liberal inglesa, que vende 1 milhão 600 mil copias entre impressas e online.
 
É uma sobrevivente.
 
Porque é impressa – e de Direita !
 
Mas,? da Direita inglesa.
 
Dos bancos ingleses, bem entendido, pois, como se sabe, a Inglaterra não passa, hoje, de uma agência bancária do sistema financeiro americano.
 
Nao produz mais uma caixa de fósforos.
 
Nem o maravilhoso futebol que se joga lá é inglês: é uma lavanderia de plutocratas russos e sheiks árabes…
 
O liberalismo (o direitismo) da Economist nasceu em 1843 – portanto, não é coisa de ex-marxistas que se converteram ao Consenso de Washington …
 
É chic entre os neolibeles brasileiros – os que dominam a língua inglesa … – citar a Economist.
 
É como citar economistas de bancos americanos com sotaque inglês – como o do Renato Machado…
 
Chiquérrimo.
 
Nessa edição, lê-se a despedida do editor da revista por nove anos,?http://www.economist.com/news/leaders/21641204-john-micklethwait-who-has-edited-newspaper-2006-leaves-today-these-are-his-parting?John Micklethwait.
 
É um elogio ao livre mercado e à liberdade individual.
 
Um Estado menor, porque a livre iniciativa é mais eficiente.
 
Até aí, nada de novo.
 
Nada que o Levy já não tenha dito.
 
Mas, John Micklethwait admite que a Democracia ocidental não vai la das pernas.
 
Nos Estados Unidos, o dinheiro tomou conta da eleiçao.
 
A única maneira de se sentir bem em relaçao aos Estados Unidos, diz ele, é compará-lo à União Européia.
 
Onde a crise quase permanente do Euro se tornou um classico exemplo de concordar em chutar os problemas para a frente.
 
Ele não fala do Tsipras … Nem do Podemos da Espanha…
 
Não é à toa que em todo o Ocidente – ele admite – prevalece um sentimento de frustração.
 
E aí, pasmem, amigos navegantes, ele cita o trabalho do Piketty,?que o Levy não leu.
 
(Nem a Urubóloga analisou, para decepção do Mundo Acadêmico Ocidental – e certamente dos editores da Economist … A Urubóloga ainda não deu sua opinião sobre a polêmica obra do Piketty !)
 
O tal Piketty que sugeriu ao Levy fazer um?imposto sobre grandes fortunas.
 
Muita coisa precisa ser feita para empurrar o liberalismo pela goela abaixo dos cidadãos das sociedades democráticas do Ocidente, diz o ex-editor da revista.
 
E dá exemplos do que fazer.
 
Aumentar os impostos dos super-ricos americanos (um herege !).
 
Replicar os gigantescos hospitais do coração da Índia –?http://www.bbc.co.uk/news/health-10837726.
 
E, pasmem, amigos navegantes, que horror !
 
“Brazil’s conditional cash-transfer system”.
 
O Bolsa Família, que condiciona os benefícios em cash, dinheiro, à frequência das crianças à escola.?
 
Que horror !
 
Onde foi parar esse decadente liberalismo inglês !
 
Daqui a pouco o Renato Machado volta para o Mau Dia Brasil !